Transplante de Córnea

     

     

O que é a córnea?

É uma estrutura transparente localizada na parte anterior do olho

O que é o transplante de córnea?

É um procedimento cirúrgico para substituição da córnea doente por uma nova córnea doada.

Quais são os tipos de transplante de córnea?   

Os transplantes penetrantes são aqueles que substituem todas as camadas da córnea, enquanto os transplantes lamelares substituem apenas uma parte da córnea.

 

     
           

No caso do ceratocone, por exemplo, pode ser realizado o transplante lamelar anterior no qual as primeiras camadas acometidas são substituídas. Já na Distrofia de Fuchs que é uma doença com envolvimento do endotélio apenas esta camada é substituída.

 Ceratocone          
   

 

 

 

 

     

O resultado pós-operatório do transplante de córnea é imediato?

O resultado visual na cirurgia de transplante de córneas é lento e progressivo.

 

Como e quando se retiram os pontos?

A retirada dos pontos é realizada no consultório médico com colírio de anestesia. Só retiramos pontos com objetivo de corrigir graus elevados de astigmatismo ou se o ponto ficar frouxo ou abrir. Neste caso o paciente sente muito incômodo e deve procurar prontamente um serviço de emergência para retirar o ponto. O ponto frouxo ou aberto é uma porta de entrada para infecções, aumenta os vasos na córnea e por consequência o risco de rejeição.

 

O que é a rejeição?

O organismo não aceita o tecido doado e “combate” a córnea nova.

 

Posso ter rejeição?

Todo transplantado pode ter rejeição independente do tempo de cirurgia. A chance de rejeição diminui ou aumenta dependendo da causa e da doença antes da cirurgia.

 

Quais os sintomas da rejeição?

Visão muito turva (principal sintoma), olho vermelho, lacrimejamento, sensação de areia. Deve procurar imediatamente o médico, pois se houver tratamento em poucas horas ou até um dia pode haver recuperação total da visão. Caso a rejeição não seja combatida deve ser realizado um novo transplante. Sempre devemos evitar nova cirurgia já que o segundo transplante aumenta a chance de haver rejeição (como se o organismo já estivesse “atento” para a nova córnea que vai chegar).

 

Cuidados depois da cirurgia (pós-operatório)

 

1- Compareça fielmente às consultas marcadas para acompanhamento pós-operatório.

 

2- Pingue os colírios conforme orientação médica. Não é necessário acordar durante a noite para fazer uso dos mesmos. Lave a mão antes de pingar os colírios e dê um intervalo de 10 minutos entre os colírios.  
3- Evite atividade física e sol na primeira semana de pós-operatório. Não mergulhe em piscinas ou  mar e não realize atividades que exijam esforço físico e peso por 90 dias.  
4- Use óculos escuros para se proteger. É normal o sol incomodar no início.  
5- Não coçe os olhos.  
6- Procure utilizar lenços descartáveis para a limpeza na região do olho operado (use e jogue no lixo). Não utilize lenços de pano.