Implante de Anel Estromal

     

         

  Anel corneano

    O que é?
O Anel Corneano é uma estrutura transparente e fina com formato anelar feito de um material acrílico especial.

 

           
 

Como funciona?

O anel é implantado na córnea com o objetivo de diminuir a curva do ceratocone tornando a córnea mais regular. Esse efeito é responsável pela melhoria obtida na acuidade visual, especialmente por reduzir o astigmatismo irregular. O objetivo do anel não é estabilizar a doença embora isso aconteça em alguns casos.

 

 

Quais as indicações para o implante de anel?

Está indicado, principalmente, em pacientes portadores de ceratocone que não alcançam boa acuidade visual com uso de óculos e/ ou lentes de contato ou que são intolerantes ao uso de lentes de contato.

Outras indicações: degeneração marginal pelúcida, ectasia pós-LASIK, pós transplante de córnea, pós trauma.


Como é a cirurgia?

A cirurgia dura aproximadamente 15 minutos e é feita com anestesia tópica (colírios), utilizando-se um microscópico. Existem duas técnicas cirúrgicas:

  • Manual: o procedimento consiste na confecção de um túnel na córnea e introdução dos segmentos do Anel pelo cirurgião.

  • Com uso do Laser de Femtosegundo: a confecção do túnel na córnea é realizada através do laser e posteriormente introduzido o anel pelo cirurgião.

Quais as possíveis complicações cirúrgicas?

A principal complicação é a necessidade de retirar o anel. Ocorre mais frequentemente em casos limítrofes e córneas muito finas.

Outras complicações incluem: migração do anel, descentração, halos e ofuscamento, hipo ou hipercorreção. O implante do anel é reversível, caso ocorra complicações desse tipo o anel pode ser retirado e reimplantado após 03 meses.

Complicações infecciosas são raras e são evitadas com uso correto das medicações. Caso ocorram, devem ser tratadas imediatamente.


Qual resultado eu posso esperar? Eu vou ficar livre dos óculos e das lentes de contato?

O principal objetivo do implante de anel é melhorar a acuidade visual com óculos ou a utilização de lentes de contato com tolerância. Estas lentes podem ser gelatinosas, rígidas ou a associação das duas. Existem casos que podem ficar sem óculos ou lente, porém é variável a depender da resposta da elasticidade da córnea de cada paciente.

 

Como é o pós operatório e qual o tempo de recuperação?

Pode ocorrer sensação de corpo estranho, lacrimejamento, fotofobia (luz incomodar) e olho vermelho. Após 3 a 7 dias o paciente pode retornar as atividades normais.

 

Recomendações no pós operatório:

Pingar os colírios conforme orientação médica, não coçar os olhos, evitar atividade física por 07 dias, praia e piscina por 30 dias. Uso de óculos escuros.

 

Trabalho publicado:

Intrastromal Corneal Ring Segment Implantation by Femtosecond Laser for the Correction of Residual Astigmatism After Penetrating Keratoplasty

Tatiana Moura Bastos Prazeres, MD, Allan Cezar da Luz Souza, MD, Nicolas Cesa´rio Pereira, MD,Fabio Ursulino, MD, Leon Grupenmacher, MD, and Luciene Barbosa de Souza, MD

Cornea ! Volume 30, Number 12, December 2011